Alienação Parental – Eu pratico sem saber?

Um grande problema que enfrentamos atualmente nas varas de família é a famigerada “Alienação Parental”. É quase certo que ao atuar em uma ação de guarda, em um divórcio litigioso com filhos ou em uma ação de alimentos um pouco mais conturbada, nos depararemos com este mal. Mas afinal, o que vem a ser esta […]

leia mais

Famílias Nossas de Cada Dia!

No mês de outubro de 2015, profissionais e estudiosos do direito de família e sucessões de todo o pais se reuniram em Belo Horizonte para realizar o X Congresso Brasileiro de Direito de Família, cujo tema foi “As Famílias nossas de cada dia”. Tal tema, além de atualíssimo, não deixa de atingir à cada um de […]

leia mais

Sobre o divórcio e as formas de fazê-lo

Apesar de muito mais comum nos dias de hoje, o divórcio ainda gera muitas dúvidas, as mais recorrentes sobre seu procedimento, quando é obrigatório que ele seja feito na justiça, quando poderá ser feito em cartório e o que pode ser feito se a outra parte não quiser “dar o divórcio”. Neste artigo tentaremos solucioná-las. […]

leia mais

A partilha da herança – como proceder?

No dia-a-dia, de uma escritório de advocacia sempre nos deparamos com muitas incertezas, o advogado atua quase como um “solucionador de dúvidas”, na área de família e sucessões, não é diferente, muito pelo contrário, constitui esta área um terreno fértil para o surgimento das mais diversas questões. Isto se dá pela complexidade do direito brasileiro, […]

leia mais

Abandono Afetivo – O amor tem preço?

A grande beleza do direito de família está em sua constante adaptação às interações sociais (ou tentativa de), sempre buscando dar suporte e intermediar as questões  que envolvem as famílias brasileiras em todas as suas formas, por mais contemporâneas e inusitadas que estas questões sejam. Um novo tema que vem sendo discutido, e muitas vezes […]

leia mais

Separei… e agora? e os bens?

Uma dúvida frequente, com o qual os advogados de Família deparam-se em seus escritórios, é: o casamento acabou, a convivência é insuportável, e agora, como iremos dividir os bens? É obvio que cada caso deverá ser tratado em suas particularidades, como individual; todavia, alguns pontos gerais podem, e devem, ser esclarecidos. A primeira coisa a […]

leia mais

ALIMENTOS: QUANDO, QUANTO E POR QUANTO TEMPO.

Artigo Originalmente publicado no site: www.bemsepardas.com.br Por: Humberto Spenciere O momento da separação, do divórcio, é sempre extremamente delicado. É um momento em que todas as partes envolvidas ficam fragilizadas, vulneráveis, com os nervos à flor da pele. Trata-se, portanto, de um terreno extremamente fértil para o surgimento de brigas, acusações, ressentimentos crescentes, e, consequentemente, […]

leia mais